terça-feira, 2 de março de 2010

Meus...


Meus passos tropeçam nos teus
minha alma confessa seu amor
saberá ela se serão teus
seus gritos de dor

Meus gestos cruzam-se com os teus
com paixão e carinho
procurando amor nos teus
sem perder o caminho

Meus olhos procuram os teus
para sentir que me queres
e ver nos teus os meus...
assinavt

7 comentários:

  1. Tanto sentimento que até arrepia...Às vezes quando te leio, as lágrimas, veem-me aos olhos. hoje foi um dia desses.Ando numa fase super sensivel,e eu até que não sou muito dada a choros... Lindo amigo, amar e ser amado dessa forma...

    ResponderEliminar
  2. Ah, esqueci-me da falar da foto, esta simplesmente linda;)

    ResponderEliminar
  3. Telmo

    A Sofia tem toda a razão, arrepia este poema, tal é a paixão e a entrega...

    Muito bonito este poema, donde ressalta a tua apuradíssima sensibilidade.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. "minha alma confessa seu amor"
    É um dos versos mais lindos que li nos últimos dias... Telmo, atrevo-me a dizer, apesar da hipótese de não ser compreendido, que tu nunca te trai em teus versos, gostaria de ter esta qualidade. Parabéns.
    Abraço,
    Bis balt!

    ResponderEliminar
  5. O amor faz destas coisas...
    Parabéns Telmo.

    ResponderEliminar
  6. Por isso nos enquadramos, afinal temos todos tanto em comum :)

    ResponderEliminar

Blog Widget by LinkWithin